Perfil

Weyne Vasconcelos

Francisco Weyne Vasconcelos nasceu no dia 5 de julho de 1960 em Fortaleza, Ceará. É diretor-de-arte, ilustrador e artista plástico.

Começou sua carreira publicitária em 1976, na Publicinorte Invest. Cursou Engenharia Civil entre 1981 e 1984, na Universidade de Fortaleza – UNIFOR. Fez o curso de Iniciação à Astronomia, pelo Centro de Estudos do Museu de História Natural e Jardim Botânico da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Em 1984, expôs no I Salão sobre Maracatu, em comemoração aos 10 anos da Galeria de Arte do IBEU – Instituto Brasil/Estados Unidos e, em 1985, participou da IV Unifor Plástica, entre outras coletivas.

Principais agências e empresas que trabalhou: Publicinorte Invest, Scala Publicidade, Mark Propaganda, Dínamo Publicidade, TT/LM Publicidade, Slogan Comunicação, Ágil Comunicação, Paspartu (como sócio-diretor) e For4 Comunicação, em Fortaleza/CE; L&F Propaganda e Asa Criação de Publicidade, em Belo Horizonte/MG; Editora Abril, em São Paulo.

Principais clientes que atendeu: Acesita, Belgo-Mineira, MBR, Carrefour, Grupo Bompreço, BH Shopping, Shopping Iguatemi, Teleceará, Telemig, Banco do Nordeste do Brasil, Banco Real, Credireal, Bicbanco, Governo do Estado Ceará, Governo do Estado de Minas Gerais, Prefeitura Municipal de Fortaleza, Fábrica Fortaleza, AGF Brasil Seguros, Grupo Edson Queiroz, Construtora Marquise, Via Direta, Colégio Master, Hospital Jório da Escóssia, Mulher Cheirosa, Porto d’Aldeia EcoResort, Estação da Luz, Grupo O Povo de Comunicação, Sistema Verdes Mares, Grupo Abril com as revitas Veja, Super Interessante, Playboy, Claudia, Elle, Placar e Quatro Rodas, entre muitos outros.

Atualmente, é sócio de Simone Lima na Wcom Publicidade, agência com 12 anos de atuação no mercado cearense, atendendo contas de diversos setores: educação, moda, saúde, beleza & estética, comunicação, construção, alimentação e outros.

CRONOLOGIA:

FORTALEZA/CE

1976 – Publicinort Invest, estágio como layoutman

1977 – Publicinort Invest, ilustrador e diretor de arte

1978 – freelancer, ilustrador e diretor de arte

1978 – Coluna Propaganda, ilustrador e diretor de arte

1979 – Janella Comunicação, ilustrador e diretor de arte

1981 – Scalla Publicidade, ilustrador e diretor de arte

1982 – Mark Propaganda, ilustrador e diretor de arte

1984 – Francolares Comercial, diretor de arte

1984 – Dínamo Comunicação, diretor de arte

BELO HORIZONTE/MG

1985 – freelancer, diretor de arte

1985 – L&F Propaganda e Publicidade, diretor de arte

1986 – Asa Criação de Publicidade, diretor de arte

SÃO PAULO/SP

1989 – Editora Abril, diretor de arte

FORTALEZA/CE

1990 – TT/LM Propaganda, diretor de arte

1991 – Mark Propaganda, diretor de arte

RECIFE/PE

1992 – freelancer, diretor de arte

FORTALEZA/CE

1993 – Slogan Publicidade, diretor de arte

1993 – Ágil Publicidade, diretor de arte

1994 – Paspartu Comunicação, sócio-diretor e diretor de arte

1995 – For4 Comunicação, diretor de arte

1996 – freelancer, diretor de arte

2000 – Wcom Publicidade, sócio-diretor e diretor de arte

7 Comentários em Perfil

  1. maria do socorro marques fontenele says:

    Nossa, Weyne, fiquei maravilhada com o seu talento, que a gente já conhecia desde a sua infância com os desenhos de gibi que você fazia. Você é um artista nato, não tem só uma veia artística não, você tem as veias do corpo todo. As fotos da madrinha Conceição eu já conhecia e as da Clarinha já grandinha, uma vez eu fui visitá-la e ela me mostrou, e na época eu fiquei encantada com o seu talento. Parabéns! Você construiu uma carreira brilhante. A madrinha Conceiçao, o padrinho Vasco, sua esposa e seus filhos, com certeza, têm muito orgulho de você. Parabéns! Você ‘é o cara’… abraços em todos…

  2. Olá Weyne,
    Acho que lembro de você! Batíamos uns rachas com o Lúcio no Pici.
    Bons trabalhos!
    Abraço!

  3. Augusto Benevides says:

    Conheci Weyne Vasconcelos ainda de “fraldas”, um menino, pintando o sete, desenhando o oito e ganhando sempre 10. Trabalhamos na minha primeira agência, a Janella. Com ele, Cleber Roberto, Nivardo Nepomuceno, Tasso de Lima e Ronaldo Salgado, ganhamos as mais expressivas contas do mercado. Entre elas estavam: Governo Virgílio Távora, Jumbo, Caderneta de Poupança Terra, Hidrel, além de inúmeros lançamentos imobiliários aqui e em outros estados. Weyne tem uma pitada de Salvador Dali, umas genialidades do Ziraldo, mas tem o seu estilo, tem luz própria e um enorme talento para brilhar em qualquer parte do mundo.
    Guto Benevides
    Presidente da TVC

  4. Álvaro Chaves says:

    Amigo Weyne,
    Amei o site. Adorei as peças. As que já conhecia fizeram aumentar a saudade e a vontade de lhe ver. Parabéns!
    Qualquer hora a gente se encontra.
    Alvinho

  5. Ricardo Freitas says:

    Meu amigo e camarada Weyne. Tive o prazer de ver o site com toda a sua obra artística. Maravilhoso! Só posso lhe dizer o seguinte, parafraseando Clarice Lispector: “Vocação é diferente de talento. Pode-se ter vocação e não ter talento, isto é, pode-se ser chamado e não saber como ir”.

  6. Demócrito Dummar Filho says:

    Adorei!
    Lindo…
    Fraterno abraço,
    Demócrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com um *.

*